My Image
My Image

Qual o pode do abandono?


O Poder do Abandono:

O abando emocional é com certeza uma das agressões emocionais que mais afetam a nossa autoestima, principalmente quando acontece na infância, mas pode ser em qualquer fase de nossa vida, o abandono dos Pais, no relacionamento, ou social.

O nosso principal alimento emocional é o amor incondicional, porem a partir de um abandono nossa autoestima fica vulnerável emocionalmente. O amadurecimento de uma criança depende do amor que recebe para o seu desenvolvimento, nesta fase é fundamental esse alimento, porque sem essa referencia é muito comum que ao longo da vida, a pessoa atraia para si, outras pessoas que provavelmente irão abandona-la, é aquela historia “Acho que já vi esse filme”.

A criança passa a desenvolver o sintoma de auto abando, não consegue amadurecer de forma plena e equilibrada, carrega consigo as marcas da insegurança, do medo, da autoestima baixa, que mesmo na fase adulta permanecem como se fossem atuais.

Na fase adulta temos o abando conjugal, ou social que também afetam nossa autoestima, na maioria das vezes é um reflexo do que vivenciamos como experiências do passado.

Hoje temos inclusive questões legais que asseguram a pessoa abandonada a processar os pais, por exemplo, pelo abandono, imagine o transtorno, as marcas emocionais que uma pessoa ganha quando a situação chega a esse ponto.

Tive alguns casos de pessoas que sofreram abandono emocional, e com ás técnicas de EFT e Ho’oponopono, fizemos um trabalho para limpar e apagar essas memorias negativas desse trauma tão profundo. Em alguns casos o resultado foi rápido, mas outros tivemos que trabalhar algumas sessões para que tudo se limpasse de forma a não atrapalhar mais o seu desenvolvimento.

Lento ou rápido o resultado, não importa muito, porque o principal é que a pessoa entenda que tem que limpar essas memorias negativas para ela ter uma vida plena e feliz, essas são marcas profundas que devem ser limpas.

Um efeito colateral de todo esse trauma que é muito comum, a pessoa se sente culpada, como se fosse ela a responsável por ter sido abandonada, essa culpa não existe, ela é apenas uma forma de tentar entender e resolver o problema que tanto afeta sua autoestima.

De alguma forma todos nós sofremos algum tipo de abandono, seja em situações mais graves, ou em momentos de nosso dia a dia, como um projeto que foi rejeitado, e você acha que Deus te abandonou e não olhou para o momento em que você tanto precisava daquele dinheiro, uma pessoa que você gosta que não te deu mais atenção e muitas outras situações mais brandas, mas que sofremos com esse abandono ou rejeição.

No trabalho de desbloqueio emocional, limpamos as negatividades do passado, mas principalmente implantamos a autoestima, onde a pessoa passa a não mais precisar da aprovação dos outros.

Se você sofre desse mal ou conhece alguém que sofre, a boa noticia é que existem ferramentas que podem amenizar e até eliminar todos os sintomas negativos causados pelo abandono emocional.

Um grande abraço, e fique com Deus.

“A Paz começa em mim”.

Davi Palma


My Image